As Velhas da Ilha Terceira
Cantigas de escárnio e maldizer
A Velha da Tia Zefa
.
Meu avô João Mateus
Era enchedor de pneus
Numa estação de serviço

O homem dava tais bombadas
Que as velhas entusiasmadas
Entraram num rebuliço

À Tia Zefa dos Rosais
Entre gritos de "Ai que eu morro"
Encheu-lhe os quatro normais
E mais o pneu de socorro.

Aníbal Raposo

Por: A Palavra e o Canto
As Velhas por Tudo e por Nada
As Velhas da Ilha Terceira