As Velhas da Ilha Terceira
Cantigas de escárnio e maldizer
A Velha da Ilha de Santa Maria

Na Ilha de S. Maria
Há uma velha que noite e dia
Sonha em ter um namorado.

Deitada na areia branca
Mostra ao Sol a zona franca
Tem o corpo bronzeado.

Nas alturas de mais aperto
Vai as Marés de Agosto
Os velhos no fim do concerto
São mais dados ao encosto.



Por: Álgebra Matemática Simplificada
As Velhas por Tudo e por Nada
As Velhas da Ilha Terceira